BlogBlogs.Com.Br

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Grandes Êxitos do "BM": (Nunca saberemos se o papel é que tinha o código se o fax) "AS MULHERES ATENDEM MAIS AOS PORMENORES... E... ISSO É UMA CHATICE

"Ontem, foi divulgado este documento.

Sabem, sou mulher. Por isso mesmo, não me é nada difícil localizar os iogurtes de framboesa, tão apreciados nesta casa, e que se não são rapidamente encontrados no frigorífico side-by-side de família, corro o sério risco de ter de ouvir o lamento " tu prometeste, mamã..." . Pior ainda, é a possibilidade de um dia, a frase poder ser completada com um "... e não cumpriste".

Isto para dizer que tenho algum treino visual para reparar nos pormenores.

Ontem, ao anunciarem a existência de um segundo certificado de José Sócrates, abri o respectivo PDF, entretanto disponibilizado pelo Jornal "PÚBLICO".

Não me detive nas classificações. Verifiquei que o documento estava datado ( 96/08/26), assinado pelo chefe da secretaria e...e... como sempre, os meus olhos detiveram-se em dois pormenores sem importância: no papel timbrado da Universidade Independente, no rodapé, entre outras informações, constam o endereço (físico e electrónico) e os números de telefone e de fax ( 351 21 836 19 00 e 351 21 836 19 22). Só que,... em 1996, os números de telefone não apresentavam os indicativos 21, 22, 290, mas sim, 01, 02, 090... etc, como aliás, pude confirmar (a alteração só foi feita em 31 de Outubro de 1999).


(clique para ampliar)


Um pouco mais à frente, consta ainda, um código postal composto por sete algarismos (1800-255), o que é deveras estranho, uma vez que só em 1998 começa a ser utilizada esta nova forma de indicação.


Conclusão: o certificado parece ter sido emitido, não em 26/08/1996, mas em data posterior a 31 de Outubro de 1999.O problema ("o maior dos problemas") reside no facto de o Gabinete do primeiro-ministro já ter
esclarecido, que a data válida era mesmo a do certificado que se encontra na Câmara da Covilhã."

Mais um erro administrativo, que só pode ser imputado à UNI" (dirá o Gabinete do primeiro-ministro).


Esta ultrapassou largamente as minhas expectativas... de tão básica que é!!!..."
REVISITE AQUI

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Rali Vinho Madeira

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas



E o Rali Vinho Madeira começou, ou melhor começa amanhã. Hoje teve a super especial.
Possivelmente, verei algumas classificativas no caminho dos pretos e no sábado verei a classificativa do Rosário para depois seguir até ao arraial dos Lameiros!

Esta foto foi à chegada dos carros e staff à Madeira pelo Armas (ferry que faz a ligação Portimão - Funchal, Portimão - Las Palmas e Las Palmas - Funchal).

De destacar que este rali está inserido no IRC - International Rally Championship, a segunda mais importante competição da FIA, logo a seguir ao WRC - World Rally Championship.

"Widerstehe doch der Sünde"

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Lá do Chão da Lagoa


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Neste domingo passado apesar das muitas freguesias que esta ilha tem, não deu para aquecer a minha voz para lançar os maravilhosos reptos àqueles cubanos, que vivem num continente.

Ando cansado com isto tudo, não tenho tempo nem paciência para aturar essa gentalha.

Por isso, para os cubanos não há nada como mostrar este cartaz, que até pode ser considerado outdoor, isto aqui revelam os resultados da confiança dos madeirenses. Tantas vitórias, depois do 25 de Abril, só mesmo o meu grande amigo Costa do Pinto.

Sem Comentários





Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Mensagem antes da Mensagem...




Comunicação marcada para as 20h poderá referir-se à situação geral do país

Cavaco Silva interrompe as férias para falar hoje à noite ao país pela televisão 31.07.2008 - 07h51 São José Almeida

Parece que o presidente da república, inopinadamente, irá hoje falar ao país pela televisão… Ao que consta, parece que o tema será a situação geral do país… Eu dir-lhe-ia, se privasse com ele, não vale a pena senhor presidente, quem não vive com não sei quantas reformas, o ordenado e as alcavalas do cargo de presidente não precisa que o senhor lhes explique isso, porque se trata de uma matéria que nós sabemos melhor que o senhor, portanto deixe a RTP fazer mais uns cobres com um reclame qualquer e continue de férias em Boliqueime ou lá onde estiver.


Se na última vez que se dirigiu ao país por via televisiva foi para criticar os excessivos ordenados dos gestores e nada fez para diminuir esse excesso e, ao que julgo saber, não abdicou de nenhum dos seus proveitos que, não serão ilegais ou indevidos, mas que são manifestamente imorais face à situação económica do país, que tanto o preocupava, nada fazendo, igualmente, no sentido de procurar que se chegasse a um tecto limite nas pensões que fosse consentâneo com a moralidade, não se mace mais senhor presidente, nem nos mace a nós, já sabemos o que podemos contar consigo e com o séquito que o rodeia, vá de férias, de preferência com eles todos e para bem longe daqui e não voltem



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Unanswered Question


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tramonto Africa


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Mensagem # 1

Video de Paulo R.C. Barros
Conto de Rynaldo Papoy



YNVARNEK - Os humanos não entendem o significado da mensagem de nossos ancestrais bem como não entendemos o porquê de terem escolhido a Terra, tão distante de nosso lar.
HUTERAB -- Eu o acompanho, Ynvarnek, em busca de uma resposta para este sentimento que há dentro de mim.
7.¨+++/JHK -- weewemdivj djdfkjkdsjfj dfdeeremfdi.
YNVARNEK -- Eu sei, meu amigo, você seria capaz de explicar aos humanos, mas eles não acreditariam em você.
HUTERAB -- A nave de nêutrons está pronta.
7.¨+++/JHK, já deveria estar em seu posto.
YNVARNEK -- Huterab, será que eles vão voltar?
HUTERAB -- Os ancestrais? Eles estão em algum lugar, como também um dia estaremos. Todos que atingem a idade de Gramahab atingem a dimensão fractual, onde não existe o tempo.
7.¨+++/JHK -- jffjkjsdjfjdfj ieiiiiiviv wqfkdfkdkkkkkld.
YNVARNEK -- Não, amigo. Neutrônicos não podem atingir a dimensão fractual. Seus companheiros que tentaram desmaterializaram-se.
HUTERAB -- Ynvarnek...
YNVARNEK -- Guarde suas palavras quando estiver certa delas.
HUTERAB -- Você é insensível.
7.¨+++/JHK -- mmmmmmmmmkfjsdfiuidfuk dfjsdjdferefi?
HUTERAB -- Sim, pode acionar o propulsor, já copiei a mensagem.

Festival les Sud à Arles: Cora

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Mais uma promessa... e esta é de gritos...


José Sócrates anuncia novos projectos


Educação terá investimento de 400 milhões de euros nos próximos sete meses30.07.2008 - 15h19 Lusa


Há muito tempo que não me ria tanto...



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Deveria ter havido boi**** ...

Imagem: "Não a Beijing 2008!"(marcdoni)

Pequim 2008: China censura internet a jornalistas estrangeiros
"A China não vai afinal dar acesso livre à internet aos jornalistas que irão cobrir os Jogos Olímpicos de Pequim. Os repórteres que já começaram a trabalhar nos centros de imprensa constataram que não conseguem aceder a vários sites, desde a seita Falungong, proibida na China, até por exemplo à BBC e aos jornais de Hong Kong, passando pela Amnistia Internacional. (...)" (Redacção, IOL Diário)

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

O Saltitão


O namoradinho de Portugal já tem uma sinecura.
Ele, coitado, estava desesperado por se encontrar desempregado e assim em vez de se dar ao estado era o estado que lhe estava a dar.
Recorde-se que num gesto de grande nobreza

O actor e encenador demitiu-se da direcção do Teatro Municipal Maria Matos no passado dia 3, alegando constrangimentos do foro orçamental

Pois bem, este génio não podia simplesmente ser esquecido e vai de malas aviadas para o Dona Maria II, aquele casarão que não serve para nada ali no Rossio
Mas ele que se cuide e que se encoste com vigor aos amigos que possa ter nesses corredores escuros em que se move a Arte, é que:

a administração da instituição poderá ser dissolvida, "sem direito a indemnização", caso se verifique um quadro de "desvio substancial entre os orçamentos e a respectiva execução"; de"deterioração dos resultados da actividade"; ou "outras situações previstas no estatuto do gestor público".

Como diria qualquer estratega de guerra, proteger a retaguarda é meio caminho andado para a vitória.

Tramonto Soratte


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Also Sprach Zarathustra



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

terça-feira, 29 de julho de 2008

Férias do PND

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Todo o nosso país já ouviu falar no deputado do PND que tem assento parlamentar na Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira.
Quem não conhece devia procurar notícias acerca do deputado José Manuel Coelho.

Hoje enxovalhou, outra vez, todos os madeirenses e Assembleia Legislativa da Madeira. Desta feita, o deputado sentou-se numa espreguiçadeira à entrada da Assembleia, com uma camisinha à Havai e um cocktail de Malibu. Até aqui podia ser tudo normal, mas não é, porque o deputado protesta contra os 2 meses de férias que a Assembleia terá, a partir de hoje. A verdade é que o Parlamento Regional teve 97 sessões, enquanto o dos Açores teve perto de 40 sessões e o da República cerca de 70 sessões.

Sinceramente, acho que este deve ser o único homem que não quer férias, e ele diz que já se aburguesou e que acha que Assembleia é férias o ano todo. Será verdade?! Não sei…


Veja aqui e com som!

Não é com vinagre que se apanham moscas...



Governo quer médicos a trabalhar em exclusivo no serviço público
29.07.2008 - 09h20 PÚBLICO

Não é preciso, sequer, ser inteligente para deduzir o que aconteceria se esta ideia inconcebível do governo que nos desgoverna fosse avante… Cada vez mais, o sector privado tornou-se aliciante para os médicos e já se vem notando uma acentuadíssima saída destes do serviço público para o privado. Ora, se estando as coisas como estão, isto já se verifica o que seria do sector público se esta medida entrasse em vigor? Simples, os bons médicos, aqueles que têm convite do privado, ou já lá trabalham parcialmente, saíam todos e apenas lá ficavam os que o privado não quisesse… quem sofria com isso? Os mesmos de sempre, a arraia-miúda por que os políticos e privilegiados deste país, em caso de necessidade, vão direitinhos ao privado. Pelo menos nunca vi no serviço público nenhum figurão, imaginem um fulano qualquer de tal sentado, se houver lugar, ao lado da fauna que costuma atafulhar as urgências…
Mais, falo apenas como utente que tem olhos, ouvidos e nariz, se fossem médicos o que prefeririam: trabalharem em instalações a cair de podres, com calores infernais, superlotadas, sujas, com pessoal que responde mal, não quer fazer, aparelhos perfeitamente obsoletos, etc, etc, ou, pelo contrário, trabalharem num bom gabinete, com belíssimas instalações, limpas, com pessoal motivado e educado, material recente e adequado, lugar à porta para parar o carrinho e ainda ganhar mais, trabalhando menos? A resposta deixo-a para vós…
Para o governo que nos desgoverna apenas deixo perguntas… como tencionam cativar os médicos? Como é que vão abrir carreiras especiais se têm estado a reduzi-las? Como é que vão equiparar um médico a um outro qualquer licenciado ou um especialista a um outro qualquer especialista nas outras áreas? Como querem aumentar o corpo clínico do público tratando cada vez pior os médicos, enfermeiros e outros funcionários da saúde? Meus caros, não é com vinagre que se apanham moscas… nem é no vinagre que V.Exas vivem…



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

A Descolonização Exemplar


Pois! Foram esses mesmos fieis e leais mainatos que vos recambiaram, aos enxurros e encontrões, de sacas de plástico aviadas e atafulhadas de trapos, para os asilos do IARN. O que nos custou a aturar a vossa arrogância e corporativismo, corporativismo esse que vos valeu, reconheça-se o mérito, estarem todos mais ou menos bem de vida! Todos os retornados que conheço ainda hoje mantém a mesmíssima pose arrogante e cínica que os pobres pretos deixaram vingar.


Trinta e três anos após a descolonização, e sobretudo no contexto no meu blogue, o teu ressabiamento relativamente aos retornados não tem sentido. Que parvoíce! A história é a história, e seguiu o seu curso. As culpas relativas à colonização não recaem apenas sobre os arrogantes retornados que tanto te incomodaram porque não eram humildes nem discretos nem pequeninos.Tão criminosos são os executantes do crime como os seus mandantes, sendo que entre estes se encontravam todos os portugueses, tu incluído. O dinheirinho que o IARN gastou connosco em roupa em segunda mão, cobertores do exército, ovo em pó e alojamento para alguns, não era o teu: veio de África, da árvore as patacas que aquilo foi para o metrópole durante muito tempo. A tua visão da questão colonial é um bocadinho redutora, limitada. Não sabes da missa a metade e escapa-te uma certa abrangência, mas tu é que sabes, está à vontade

De um blog foram retiradas estas duas considerações sobre o colonialismo.
Hoje mesmo Helena Matos, na sua crónica no Público faz a comparação sobre o que os jornalistas viram no episódio da Quinta da Fonte e a vinda aos trambolhões dos portugueses da África Portuguesa.
Diz ela:

Entre Agosto de 1974 e o início de 1975 os portugueses em fuga de África mal se vêem nas páginas dos jornais. É claro que se fala deles mas com o incómodo e os rodeios de quem tem de dar uma má notícia no meio duma festa. Esta é a fase em que os fugitivos são necessariamente brancos pois assim facilmente se integram no estereótipo que deles traçam homens como Rosa Coutinho que os classifica como "elementos menos evoluídos que têm medo de perder as suas regalias" ou Vítor Crespo que os define como "pessoas racistas que não abdicam dos seus privilégios".

Infelizmente o artigo não tem link (é reservado a assinantes) mas só por si valia a pena comprar hoje o jornal.

Pode ser que o historiador Joaquim Furtado tenha um tempinho para o ler e assim na segunda série que irá dedicar à descolonização exemplar, aliás paga por todos nós, possa tirar as lentes vermelhas.

Tramonto Ligure


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Grandes Momentos dos "Braganza Mothers": Pedofilia


Chama, o Fado Alexandrino, aí em baixo, a atenção para o regresso do Horror: convém ir lá, seguir a hiperligação, e ler a notícia: as tais meninas belgas, desaparecidas em Liège -- como eu gosto de Liège, faz-me sempre pensar em Príncipe de Liège, herdeiro do Trono do Rei dos Belgas... -- , já foram encontradas, quer dizer, não foram, porque já não estão entre nós.
Pelos vistos, a "Coisa" continua activa: na vertente belga -- se é que estas coisas têm vertentes -- a investigação da Rede Pedófila terminou, consta, à porta do Palácio Real, depois de um arrastar de anos, com a eliminação física de muitas das testemunhas, o desaparecimento de outras, e o inculpar de uns quantos seres difusos, que foram levados para detrás das grades, aos gritos de que "a verdade não era aquela, e que toda a gente nunca mais dormiria se a soubesse!...".
Toda a gente nunca mais dormiria se a soubesse, é um facto. Em Portugal, deteve-se, perante um sinistro muro de silêncio, que se chamou Fronteira da Classe Política. Havia Pedrosos, e compravam-se notícias e capas de revistas. Terminou nessa fronteira, mas essa era apenas a primeira das fronteiras.
Nunca mais se soube da lista de personagens nacionais que tinham fornecido o número do seu cartão de crédito (Fontes do F.B.I.), para aceder aos tais "sites" de frequência livre de fotos, filmes e contactos pedófilos. Os cartões já caducaram, portanto, de acordo com a lógica do nosso Sistema Judicial e Bancário (la même chose), também já só eram prova até à data de validade.
Adiante.
Pena que nunca venhamos a saber se isso também dava acesso aos tais outros "sites", ainda mais complexos, protegidos por 40 níveis de "passwords", onde se assistia à violação, ou para as líbidos mais desgastadas, mesmo à EXECUÇÃO, em directo, de crianças, a partir dos dois meses de idade. Dirão os optimistas que ser cinéfilo não conhece limites, e parece que não conhece mesmo.
Também ficará para sempre, no segredo dos deuses, se havia Portugueses naquele grupo restrito de gente muito rica, que podia participar, nos campos da civilizadíssima República Helvética, em caçadas, em directo de jovens, de onde não se saía com a pele da raposa, mas o escalpe do abatido.
Como diria o Constâncio, duas meninas são apenas 0,000531% das mortes anuais no Mundo, logo não são elas que vão impedir a Retoma, e que retoma, deus meu, que retoma...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Só vê para um lado


Eduardo Pitta é um nome que dispensa introdução.
Não leve isto à conta de nenhum trocadilho picaresco.

Leu um livro do jornalista Ricardo de Saavedra e gostou imenso do mesmo.
E então resolveu transcrever dois apontamentos sobre dois momentos vividos em Moçambique, um em guerra, outro em paz.
Vejamos o primeiro:

Esse prólogo abre com a descrição metódica da chacina ocorrida a 16 de Dezembro de 1972, nas aldeias de Wiriyamu e Juwau, em Moçambique. As tais que, segundo Kaulza de Arriaga, nem sequer constavam do mapa. A prosa remete para o inferno: «Duas horas da tarde. Zona operacional de Tete [...] dois Fiat G-91 da Força Aérea despejam, em voo rasante, bombas incendiárias. [...] Enquanto um grupo se dedica à pilhagem e a incendiar cubatas, outro persegue quatro garotas, de 12 ou 13 anos, e arrasta-as para o mato. Numa clareira do capim alto, violam as miúdas, em fila. O Fuinha, quando acaba com a dele, enfia-lhe a automática na vagina e dispara [...] Os adornos de missanga que lhes envolviam o ventre levam-nos os ditos boinas-vermelhas ao pescoço, a servir de colar.»

Peço o favor de notarem aquele pormenor de “remeter para o inferno”

Vejamos a outra:

Não obstante, os quatro dias de ocupação do Rádio Clube de Moçambique, em Lourenço Marques (actual Maputo), bem como o controlo do aeroporto da cidade, são recuperados com precisão: a puerilidade de grande parte dos manifestantes, a esperança gorada em Spínola, os equívocos ideológicos, os choques de personalidade, o armamento sul-africano que não chegou e, last but not least, o acto falhado, nunca devidamente explicado, da omissão de Jorge Jardim. Como sabido, acabou em tragédia: milhares de mortos, êxodo de dezenas de milhares de brancos para a África do Sul (as fronteiras foram abertas), recidiva mais violenta em Outubro.

Aqui já foi mais brando, passou a tragédia

Mas Pitta não se fica e segue a toda a velocidade:

O Anexo 6 faz uma síntese perturbadora dos dias de brasa que assolaram a periferia da cidade: «O dono de um talho aparece pendurado pelas costas num dos ganchos do próprio estabelecimento. Noutros açougues foram encontradas crianças [...]».

Dias de brasa, é como Pitta analisa esta matança.
Não há dúvida o “historiador” Joaquim Furtado criou escola.
No seu blog (sem comentários) Pitta vem agora desculpar-se.

Leia-se:

De resto, no livro de Saavedra, há pontos de vista contraditórios: a denúncia dos excessos da guerra colonial, em particular o massacre de Wiriyamu (entra aí o contraponto com a barbárie descrita por Littell), traduz, se quisermos, um ponto de vista da esquerda; enquanto que a “defesa” do movimento secessionista se situa no outro extremo do espectro ideológico. Não me interessa a ideologia de Saavedra, do mesmo modo que não me interessa a de Littell. Quando faço crítica literária, comento literatura, não comento ideologias.

Pois é, está tudo dito.

Atestem antes!


Pouco depois descolou da BA do Montijo um helicóptero EH101 Merlin, que, tal como os dois F16, tiveram de abandonar a operação e regressar às respectivas bases para reabastecer, pois não tinham combustível suficiente, explicou o porta-voz da FAP, adiantando que de seguida retomaram a sua missão".
Dos Jornais


Um infeliz piloto teve uma doença súbita, ainda conseguiu contactar o Centro de Controlo de Tráfego Aéreo de Lisboa quando se encontrava a sobrevoar Coimbra e acabou por se despenhar no mar a quinhentos quilómetros do Cabo da Roca.
Dois modernos aviões destacados para o interceptar e que tinham descolado de Monte Real ficarem sem combustível.
Um helicóptero do Montijo ficou sem combustível.
Voltaram para trás e segundo as notícias levantaram outros.
Parece mentira, mas foi verdade.

O Velho "Braganza" ainda vende


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Confirme AQUI

Alba


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

"O Inferno são os outros" Dante

domingo, 27 de julho de 2008

Sem cereja nem bolo quanto mais Cravinho!!!!! Ou como as elites económicas sempre disseram que muito Estado é mau para a economia…

Porquê?

"Porque a grande corrupção considera-se impune e age em conformidade e atinge áreas de funcionamento do Estado, que afectam a ética pública. "
AQUI.

«maiores níveis de desigualdade conduzem, através de mecanismos materiais e normativos, a maiores níveis de corrupção».

«se a corrupção é o resultado da tentativa por parte dos ricos para melhorar a sua posição, então um maior peso do Estado pode estar associado a menos corrupção»

"A reconfiguração neoliberal do Estado, com a entrada de privados em novos sectores em que, dada a natureza das actividades, é necessário desenhar complexos contratos, é uma das fontes do problema. A fraqueza e falta de autonomia do Estado do bloco central face aos grandes grupos privados com cada vez mais poder e o défice de escrutínio democrático destas relações cada vez mais promíscuas colocam-nos assim numa situação difícil. Ficamos sem recursos intelectuais para traçar as linhas entre o que se pode comprar e vender e o que não se pode nem deve comprar e vender. Finalmente, temos evidência empírica e argumentos plausíveis mais do que suficientes para associar a corrupção ao problema das gritantes desigualdades no nosso país." AQUI.

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

boa noite!

quem anda à chuva molha-se!

a Leite e Laranjos, o regime de engorda
das elites políticas e económicas...


Derrapagem na Ponte Rainha Santa Isabel ronda os 288%

Governo trava arquivamento do processo (depois da intervenção de Almerindo Marques):

O anterior presidente da Estradas de Portugal, António Laranjo, propôs a abolição das averiguações em 2007. Os líderes distritais de Coimbra do PSD e PS exigem o apuramento de responsabilidades. Custos entre o valor inicial do concurso, de 38,65 milhões de euros, e o investimento final, de 111,3 milhões de euros.
AQUI.

A ex-ministra das Finanças Manuela Ferreira Leite, critica do enorme volume de obras projectadas pelo Governo, contrariou orientações da Procuradoria-Geral da República, ao aprovar um decreto-lei que desvinculou a Ponte Europa do limite legal de trabalhos a mais permitido nas empreitadas públicas (50%). AQUI.

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Etanol, o natimorto

Leiam aqui o porquê de eu acreditar que o etanol vai morrer na praia:

http://hypescience.com/etanol-o-natimorto/

Carta da minha irmã Lola, em Cancun (LOL)

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Querida mana:
Cancun tem sido fantástica, já andamos de mão dada e tudo, às vezes ouvimos umas bocas duns ordinários, sobretudo daqueles juízes que estão lá de férias o ano initeiro, são sempre os mesmos: 95% das reformas acima de 5000 € pagas pelo Estado são para gente que antes condenava os desgraçados ao Tarrafal e a Peniche. Às vezes, perguntam-me se eu não tenho vergonha, e eu digo logo "NÓS estamos perfeitamente à vontade, e vocês?..." Ele está só à espera de uma dadora compatível, para fazer o implante de útero e ovários, para fazermos um nené. Quero que o meu menino vá logo para os Maristas e depois para a Católica, para ter uma formação decente. Adorava ter um filho Primeiro-Ministro. Tudo bem por aí?... Dá chochos ao pessoal.
Lola

E por que hoje é domingo, Ricardo Baldin nu e naked


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

os bons exemplos




O milhão de nomes da lista negra dos suspeitos de terrorismo...



Quando os altos responsáveis da administração Bush recusam responder à comissão democrata que inquire sobre os métodos usados pela justiça...

Justiça medieval: a convicção sem prova

“Amaral também não deve ter pensado que não lhe ficava bem falar e escrever pormenorizadamente sobre um processo que - apesar de violado abundantemente - ainda está em segredo de Justiça. Ou que não lhe fica bem ser juiz em causa própria.
Mas o mais interessante do livro do ex-inspector é ficarmos a saber onde nasceram as célebres ‘mentiras’ da comunicação social, de que todos falam. Finalmente, verifica-se que as teses mais descabeladas saíram daquele cérebro iluminado. E que certos jornais, à falta de melhor, publicaram sem contraditório, sem investigação, sem lógica e sem provas.

Mas Gonçalo continua a afirmar a sua ‘convicção’ de que Maddie morreu no apartamento. Deve ter herdado da justiça medieval esta ideia da ‘convicção’ sem prova; ou da Alice, de Carol, a ideia de que primeiro se corta a cabeça e depois se faz o julgamento; ou de ‘O Estrangeiro’, de Camus, a fixação na importância do «facies» do criminoso ou do facto de se chorar ou não perante a morte.

O Estado de direito assenta na prova, para lá das dúvidas. A ideia de que a inocência prevalece sobre a culpa - quando não há prova em contrário - separa a civilização da barbárie.

Infelizmente, temos restos da barbárie entre nós. Até há bem pouco chefiava a PJ de Portimão. Espero que fosse o último.» Por Henrique Monteiro no Expresso Assinantes via o Jumento.
Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tenebroso


Como é que Robert Murat passa de tradutor a arguido?
Havia muitas dificuldades em encontrar tradutores. Precisávamos de muitos porque era preciso ouvir muita gente. Foi a GNR a sugerir o nome de Robert Murat porque falava fluentemente português e inglês. Era conhecido dos militares por ter ajudado informalmente nalgumas traduções. Passa a arguido por um conjunto de factores conjugados. Há um depoimento de Jane Taner que o reconhece quando o vê de costas e garante que é o homem que viu naquela noite com uma criança ao colo.

Mas Jane Taner era uma testemunha credível?
Nunca foi. Mas havia outras coisas. Telefonemas anónimos de pessoas que chegam a referi-lo como possível raptor.

Esses telefonemas anónimos aconteceram antes ou depois de a Jane Taner o ter reconhecido?
Não sei precisar, mas foi seguramente antes de ter sido constituído arguido. Seja como for, nada foi encontrado que relacione Robert Murat a este caso.

(Entrevista do futuro Nobel da Literatura ao Jornal de Notícias)

Tous les Matins du Monde


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tramonto


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Grandes Êxitos do "Braganza Mothers": A Toca da Lacraia


Uma pessoa não pode ir normalmente para o engate que começam logo a chover-lhe em casa coisas esquisitas. A verdade é disem que o "Webzine" "Braganza Mothers" já está a vender muito mais do que os néons do Paulo Querido. É a vida, como diria o Guterres, e hoje caiu-nos outra bomba em cima, que é a de termos sido nomeados -- deixa-me lá ir ver no outro separador o que é... -- ah, sim, "BLOG ACTIVISTA", por defendermos a Paz, a Igualdade do Género -- suponho que seja dizer que um transformista do Millennium-BCP, o Zezé Castel'Branco, a Roberta Close, a Senhora de Mota Amaral e a Marreca de Monsanto é tudo o mesmo -- e por defendermos o Socialismo -- essa, então, é para o Fado Alexandrino, que andou nos copos em Argel, com o Manuel Alegre, só que o Fado Alexandrino sabe sempre dizer "Sim", e o outro nunca mais diz o tal célebre "Não", tendências políticas, aqui, só respondo pela Lola Chupa, da ala esquerda das Sociais-Cristonas, Social, porque não distingue classes, Cristona, porque se põe logo de joelhos, defronte de todas elas...,

Isto é só luxos, parecemos a Amália na fase final, só condecorações, duas mãozadas de baton naqueles lábios, por onde tanta coisa e tanto gargalo tinha passado, e a fazer "Lá´lál´la´l´la´la´lálá" para uma plateia de parolos, "Ó Comadre Mari'vulva, o seu clitoris está maior, etc...",
No "Sol", a Portas, que entrou na sua Fase Polignac, 13 de Julho, juste avant 14 Juillet, vem com uma coisa esquisitíssima sobre o Manuel Reis, que fez mais por Lisboa do que muitos Presidentes de Câmara, a m'lher está bêbeda, ou é da medicação, agora que deu em crónica, e eu respondi-lhe logo que o Manuel Reis, como Hiper-Patrão do S.M. português, era espantoso era que tudo aquilo tinha sido conseguido à pala do "Leather", do Chicote, da Asfixia, do "Pissdrinking" e do "Beijo-Negro", sem esquecer a fantástica sala oval do "Lux", onde, sentado em poltronas brancas - 2001, Odisseias nas Docas" -- as câmaras ocultas escolhiam os melhores nacos de carne masculina. Todo um Programa para Lisboa, mas o Português comum não é obrigado a saber isto tudo, aliás, é melhor que não saiba, cada país com o seu pequeno Bilderberg, John Malkovich, you know?... Isto de ter um gajo de joelhos, todo revestido de cabedais, uma máscara de gás, por onde só entram dois tubos do "poppers" e um tubo, metido na boca, e directamente ligado aos chichis masculinos do "Lux" não é para todos -- as histórias que a gente não inventa, para o "Braganza" vender mais.... -- ou então, é mesmo tudo verdade,
adiante,
Carlos Castro queixa-se de receber ameaças de morte todos os dias, só que não avança as pívias que bate à pala disso: a minha amiga "Cathia Sophia", também conhecida nos engates do "Terravista", do "Chat da TVI" e do "mIRC" como a "Travesti Gira", também adora ameaças de morte, sobretudo a partir das duas da manhã, quando o pessoal já não se consegue desenrascar de mais maneira nenhuma, o mulato está com o cacetão na mão, e o casado com a esposa, rolos na cabeça e molas para puxar as pregas, a roncar ao lado, adora falar com a Travesti Gira, que faz voz fininha e diz que... "tem os peitos em tratamento...", e, obviamente, o macho português, o tal que viola putos e velhas de 80 anos, quando ouve dizer que a travesti está com os peitos em tratamento, imediatameente tem tesão de lhe pedir uma "espanholada", ou punheta de mamas, coisa de que o Portuguesão também muito gosta. De aí à violação de cadáveres, estes "virtualistas" lá chegarão, é só terminar a Abominável Presidência Europeia,
ora,
eu não posso, todas as noites, ter o Carlos Castro a bater-me à porta, a dizer que o vão matar, pá, se é para matar, matem de vez, debaixo do colchão não o meto mais, não posso dormir eternamente num colchão com o Carlos Castro por debaixo, ainda arranjava uma cifose, ia para o fundo de uma lista de espera do calhamaço do Correia de Campos -- também precisavas de que te limpassem o sebo, meu amor... (já limparam, entretanto...) -- agora, Carlos Castro debaixo do colchão, não, ou serve de Puf, ou de colchão, ou me pagas as comissões que me deves, filho...,
mas ele anda cheio de saudades da "Toca da Lacraia", porque a verdade é que nada disto é nada, ao pé da Toca da Lacraia, onde todos eles, o "bas-fonds" do "(de)jet-set" nacional, para assegurar a igualdade do género, vai em elevadíssimas missões do Estado, em cobertura de eventos de primeira água internacionais, em "Achamentos" do Brasil -- encaixa, Carrilha... -- e, afinal, o que querem é mergulhar no suor do quarto escurão, cor de café carioca, mulatão negrão da Bahia, gargarejos de esporra, a cronista desfalece, mas tem sempre um varão negro a que se agarrar.
A "Toca da Lacraia", em certos dias, parece os "Passos Perdidos" da Assembleia da República, só que os Brasileiros não sabem, porque lhes desconhecem as altas "fronhas" de Estado. Na "Toca da Lacraia" há um pouco da São Francisco dos Pobres: quando há que mijar, abre-se a braguilha e é mesmo ali, no salão, onde os sapatinhos de cetim dos humoristas deste país de merda chavascam no ácido úrico -- deve ser por isso que o calçado português é considerado um dos melhores do mundo... -- e a melhor maneira de apanhar um táxi, para sair dale, é ir buscar o taxista ao "quarto-escuro", onde tem geralmente um alto funcionário dos Negócios Estrangeiros a mamar nas Necessidades de ambos, um autêntico Palácio....


Por fim, naquelas minhas "débacles" das 2 da matina, na Bomba do Restelo, aparecem duas paneleiras de capa, a Lili Caneças e a Zezé Castel'Branco, a segunda muito preocupada, porque a primeira queria ir viver "para sempre" -- modesta, não!?... Nem Matusalém -- para Nova Iorque, e a outra já andava angustiada, por ter de repartir os ossos da gamela dos cães da Graffstein com mais uma comensal -- Fome e Miséria -- mas espero que seja verdade: ala para Nova Iorque, mas não se esqueçam de pagar as contas todas nas "Boutiques" de Cascais, depois, até sou eu que levo a Lili à entrada de Central Park, rua 76, East Upper Side, e deixo-a lá sentada num daqueles bancos do crepúsculo, já a caminho da uma da matina, quando emergem das sombras grandes bandos de "Dreads", do Bronx, a pedir-lhe uma "geral", pensando, e com justiça, ser mais uma traveca desflexisegurancisada da 12 West Street.
As punhetas que eu não vou bater à pala disso, ui...



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Mais um que foi vítima de denúncias anónimas!



VEJAM AQUI

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

sábado, 26 de julho de 2008

É engraçado...


Há coisas admiráveis… Parece que Mário Soares terá dito ontem em Sesimbra que: "Não podemos é pensar que a política serve para ganhar a vida, fazer negócio ou lobby"… A sério, o Dr. Soares, o político de sempre, o homem que nunca fez outra coisa além da política, o chefe do clã Soares, onde colocou o filho e quem muito bem quis, que ao que eu saiba também nada mais fez do que política a não ser, claro, viver de rendimentos familiares, como aliás o Dr. Mário já tinha feito com o Dr. João… São mais que faladas as muitas relações desta família com numerosos e conhecidos lobbys, nacionais e internacionais, que têm sido amiúde propaladas pelos media pelo que não me compete, nem preciso, de falar sobre elas… Bem, vir dizer isto, é a prova de que a agudeza de espírito do Dr. Soares já viu melhores dias, pois deveria, não sei o contexto em que foi inserido, contornar, evitar ou fazer de conta que não tinha ouvido…Quanto ao Obama, se ganhar como tudo parece indicar que aconteça, poderá, aparentemente, mudar alguma coisa, mas desengane-se quem pensa que os EUA vão mudar…





Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Uma sálopice


Obama é o novo presidente dos Estados Unidos da América.
Foi eleito por Clara Ferreira Alves do Expresso, Ferreira Fernandes do Diário de Notícias e por toda a equipa de esquerda do Público, de que não se diz os nomes porque são mais que muitos.

Claro que ainda há a maçada de umas eleições mas tenho a certeza que o povo americano conhecendo a opinião destes vultos não vai fazer nenhuma asneira.
Até é justa esta eleição.

Todos já sabemos que Obama é maravilhoso e gosta muito de todos nós.
Vai mudar a face da terra, vão acabar as guerras, os pobres vão ficar menos pobres, os ricos também menos ricos, a América vai voltar a ser respeitada e até amada, vai chover nas terras desérticas e o Benfica vai ser campeão europeu (bem esta é exagero, mas pode ser que passe) e, claro está, o problema da Quinta da Fonte vai terminar, pode ser que até termine a própria quinta e a sexta mas isso veremos.

Faltava conhecer o Homem.
Mas quem tem Ana Sá Lopes tem tudo e ela hoje nas páginas do antigo jornal do regímen conta-nos.
Vale a pena ler:

Uma mulher de 48 anos veio de Magdgebourg, a 120 quilómetros de Berlim, para ouvir Barack Hussein Obama, que há algumas décadas tinha sido um miúdo preto "com um nome esquisito", como ele próprio escreve na sua autobiografia Dreams of my Father, e hoje é o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos da América. A mulher chama-se Barbel Unterseher e foi desencantada pela AFP no meio da multidão no centro de Berlim em êxtase perante Barack Obama, o homem que lhes foi falar "não como candidato à Presidência, mas como cidadão".

Fantástico.
Estavam lá duzentas, trezentas mil pessoas, outros dizem que estava lá mesmo toda a Alemanha e com uma certeza maior do que os livres do Cristiano, o fulano da AFP consegue acertar nesta senhora.
Parabéns.

Mas Ana quer ir mais fundo e descobre que
“As mulheres, e alguns homens, querem beijar Obama - há um evidente sexual power que irradia do homem, independentemente dos outros itens mais objectivos que produzem o fascínio da candidatura.”

Bem é lá com ele, mas se quer copiar o Kennedy e o Clinton não pode deixar que as ana’s digam estas baboseiras.
Até porque Sá Lopes acha que “Obama quer refazer a aliança com a Europa destruída por Bush, diminuir as emissões de dióxido de carbono,” e muitas mais maravilhas como já se escreveu lá atrás.

Ora um fulano a ser beijocado por todos tem pouco tempo para o Mundo.
Veja-se o Clinton.
Era só uma a beijá-lo (bem é uma forma de o dizer) e mal tinha tempo para fumar em paz o seu charuto quanto mais consertar o Mundo.

Braganza Rose: Cristiano deixou a sua Nereida. Desconfiai dos homens que andam sempre a mudar de nereidas...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Leya AQUI

Uma semana de "The Braganza Mothers III"


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

E ainda bem...




Algumas vítimas da atitude racista e fascista da GNR...


As não notícias agradam-me… e agradam-me na medida em que, a partir delas, podemos inferir o que está por detrás do motivo que as originou. O assunto da Quinta da Fonte tem vendido bem, está a esmorecer e a questão do racismo é um assunto que vende e dá sempre que falar. Agora foram buscar uma portaria respeitante à GNR, datada de 1985, que choca toda a gente por se considerar que é racista, abusivo e discriminatório, fazer buscas, às caravanas, leia-se carroças ou outros meios, sempre que se suspeite de algo ilícito… Vêm os representantes dos ciganos dizer que é racismo, logo não devem ser revistados; até os representantes da própria GNR, dizerem que a lei é racista e fascista e que não a deveriam cumprir porque são contra ela…Pois bem, se os ciganos não devem ser menos que os outros cidadãos, igualmente não devem ser mais, que é normalmente o que acontece, dar-se-lhe mais tolerância por serem ciganos e por, facilmente, resistirem por desacatos… e isto em todo o lado… Depois, aos GNRs e outras forças da ordem pública não se lhes pede que opinem sobre as leis mas, tão só, que as façam cumprir.Finalmente, eu, como estou certo que muitos milhares de portugueses, já fui mandado parar na minha viatura, ainda por cima sem qualquer suspeita, aleatoriamente, e depois de verem os documentos, revistaram-me o carro… Diversas vezes… Nunca me ralei com isso, porque ando dentro da lei e não tenho nada a temer, porém não me lembro de ouvir o GNR dizer-me, desculpe lá, eu sei que isto é fascista e racista, mas tenho mesmo que lhe revistar o carro… soprar no balão, ser revistado, passado por raio X, apalpado, etc., etc., etc. Por isso, tenham juízo e pensem bem antes de dizerem ou escreverem
baboseiras..
.
Outras vítimas da atitude racista e fascista da GNR...




Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tramonto a Pamukkale


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Grandes êxitos dos "Braganza Mothers": The Maddie who never was


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas
"[...] A British cemetery was also built for them in Huelva, though its most famous occupant was not a mining employee, but the central character in one of the most successful intelligence ploys of the Second World War, depicted in the film “The Man Who Never Was”. With the consent of his family, the body of a man who had died of pneumonia, was dressed in British military uniform and dropped overboard from a ship in a faked drowning incident off the shores of Huelva in 1943. With false identity papers and documents containing misleading information about planned allied D-day landings at Calais (not Normandy), as intended he was found by a local fisherman, handed over to the resident German consul and the information forwarded to the German High Command. Buried in the British Cemetery in Huelva under the false name, his true identity was not revealed until his family visited the grave after the war."

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Sarkozy versus Obama, la soi-disante merde est identique

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Toda a porcaria se acaba por conjugar

Leia AQUI

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Profecias do Zandinga: Mighâ Amâgàl, um dos responsáveis pelo desaparecimento dos Fundos Comunitários Cavacais, bota faladura. Tapem os ouvidos!...




Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Paulo Teixeira Pinto, da Opus Dei, da "Nova Águia" e da velha Margarida Rebelo Pinto encerra a Cimeira dos Ditadores com o seu poema: "TÃO"!...

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas


video

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Canibais Não Obrigado!

CANIBAIS NÃO OBRIGADO





O nosso Zé veio dizer que gostava que esta cimeira da CPLP ficasse conhecida como a cimeira da língua, seguiu-se o nosso Aníbal a falar do mundo globalizado e do activo que é a afirmação da língua, blá, blá, blá…
Já que não fui convidado, gostaria de dizer a esses nefelibatas que se não esquecessem de dois aspectos, para mim, tão essenciais como a língua, que aliás, no meu entender, já lá vai, connosco atrás dela e não ao contrário, mas isso são outras conversas. Esses dois aspectos são em primeiro lugar os direitos humanos, em toda a sua abrangência, o que passa também, para lá da liberdade de expressão, participação, existência condigna e Cia Lda, de não roubar descaradamente o povo como fazem alguns desses sacripantas que para aqui estão, com especial relevo para o Eduardo dos Santos…
O outro aspecto, creio que ainda é mais razoável de pedir… Não tragam para cá fulanos que, além de ditadores, ladrões, corruptos como o Eduardo dos Santos, ainda são canibais… Não é pedir muito, senão qualquer dia a CPLP fica conhecida como Canibais Parasitas de Língua Portuguesa… Porcaria já lá há muita, não é preciso mais. Até aceito que não falem nestes assuntos, pois já é costume fazerem de conta que não vêem… Agora, pelo menos, mandem os canibais embora…



Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

País português de expressão oficial africana: quando for do 2º mandato, nem a Glória de Matos te conseguirá salvar o Português dos perdigotos...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Leya AQUI

"The Braganza Mothers III": faça favor de tirar a sua senha e esperar a sua vez lá ao fundo...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

André, por favor, um pouco de respeito pelo teu pai afectivo... Na revista do "Lidl"... não... :-\


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

No "LIDL" ... não

The Evil


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Soutien errado pode prejudicar os seios


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Leya AQUI

Tratado de Bilderberg: o que Obama veio fazer à Europa




Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Portugal revisto e aumentado

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

1. Sócrates sobre a carga fiscal dos carros eléctricos: terá mesmo sido gaffe ou choque tecnológico?

8. (escutado esta semana no café): nada como ver um fórum de opinião pública sobre os acontecimentos na Quinta da Fonte para perceber logo como somos um país de racistas em banho-maria.

in Sol escrito pelo Luís Filipe Borges

Gonçalo Amaral foi-se meter com o Diabo em pessoa...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Leya AQUI

Alckmin: a Opus Dei volta a atacar em São Paulo


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Leya AQUI

Também vou aderir: 2500 € por emprenhar mais o resto, ui, ui...


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

A Liberdade é cumprir as regras... deles


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Via "Público"

Conseguimos um acordo com Obama e "The Braganza Mothers" já está a vender mais na América


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Tramonto


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Protesto Gráfico

Protesto Gráfico
Protesto Gráfico