BlogBlogs.Com.Br

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A Sinistra Ministra Isabel Alçada


Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

Dedicado a Maria de Lurdes Rodrigues, que, imaginem, nos vai deixar saudades com o que aí vem...

O KAOS falhou-me hoje com a imagem, de maneira que começo o texto a meio, ... era uma e meia da tarde, já estava eu a telefonar para Londres, para o Filipe, sempre querido, sempre amigo do meu coração, eternamente infantil, que ainda estava no seu eterno encanto de alma ledo e cego, para lhe dizer, e passo a citar, "olha, a puta da tua prima foi escolhida para nos foder... (sic)", e como o outro não percebesse, tive de lhe dizer, "é Ministra, agora...", e ele, "mas Ministra de quê?...", e eu, " Da Educação, a única Pasta, tirando a da Cultura, onde cada um pode ser Ministro..."
Isto é a fase dos "fait-divers", porque, logo a seguir, fui caindo na Real: Lurdes Rodrigues era uma mulher obcecada, primária, que tinha sabido o que custava subir na vida, a partir do nada, e aqui fica feito o elogio possível, a quem não me merece nenhum respeito, porque nunca se soube fazer respeitar, mas, vá lá, sou cavalheiro. Isabel Alçada é pior, é secundária, cínica, ambiciosa, pretenciosa, "snob", e com o pior estádio de quem tem "pedigrée", que é achar que tem mesmo "pedigrée", e quem não tiver não... existe. É secundária, e dá-te, por meia leca, e a sorrir, uma, duas, três, facadas nas costas. A coisa é substancialmente grave, no momento de derrapagem do Sistema de Ensino. Pode perguntar-se o que é que uma gaja, casada com o Rui Vilar, patrão da Gulbenkian, vem fazer num terreiro destes, onde tudo são trincheiras, minas e atiradores furtivos. A primeira resposta é evidente e é ditada pela vaidade dura e pura, como é típica destas gajas que vêm das bases do Ensino e não se habilitaram academicamente, senão, acima de umas duvidosas cuspidelas curriculares, e esta tem várias. A segunda é redundante: como não tem qualquer ideia para o Ensino, exceto nivelar o lixo por cima, mas está cheia de ideias para si, era o perfil ideal para o cargo, e foi.
Não "se achasse" e não passaria de uma mera espécie de vendedora ambulante do Círculo de Leitores de Lombadas, mas as "Mulheres de Vermelho", o braço maçónico feminino deve ter achado que era a hora ideal de a sua acólita avançar, e avançou. Parece-me vê-la, de escola em escola, a vender as "Aventuras da Professora Tijuca de Perna Aberta nas Moitas de Oitavos, à Boca do Inferno", onde passavam os camionistas, e vazavam os colhões, isto, "da capo", repetido tantas vezes até as criancinhas, e os leitores para criancinhas, adormecerem.
Agora que é Ministra, substituirá Eça e Camões pelas suas/delas bostadas (Ana Maria Magalhães) e... e esta é a minha grande esperança, pôr livros dela no programa, em vez dos horrores do Saramago: sofrem menos os jovens e quem tem de os ensinar, embora a ignorância da Língua permaneça estacionária, e isso é bom, execelente, "moderno". Com sorte, e louvando a Bíblia, talvez o Loby Maçónico, com o austero apoio gulbenkeniano a transforme no próximo Nobel da Literatura. A verdade é que se o Saramago tem, por detrás de si, uma fantástica máquina de propaganda, distribuição e venda de lixo, esta não a tem melhor, e noutro nível, não diria "tia", mas mais "chic", e nesse patamar eu gosto de discutir, ou seja, temos tudo para nos odiarmos de morte, à cabeça: ela, porque eu nunca a li, nem lerei; eu, porque talvez aconteça que um dos seus assessores lhe ponha, um dia, debaixo do nariz o que eu penso da figura, e a madame não é como a Lurdes, que estava sempre a jeito e ao nível de enxovalho; esta tem um Obama lá dentro, e não admite brincadeiras, é menina de processos disciplinares e perseguições, uma espécie de Margarida Moreira, mas de bairros finos, pelo menos na conceção dela de... "fino".
Por mim, estou-me, como o Ferro Rodrigues, "cagando": estou, literalmente, a entrar numa novelíssima fase da minha vida, e isabéis alçadas já eu como, e comi, muitas ao pequeno almoço, desde que me conheço, e assim continuarei.
Num parêntesis, e no esterco que é este "novo" governo de Sócrates, que está todo errado, já que o erro maior está na pessoa do escolhido para Primeiro Ministro, e tudo o resto são meros declives consequentes, uma palavra de elogio para a menina Canavilhas, bem simpática, uma mulher da Cultura, e pianista, o que faz dela, em hipótese, e, neste caso, em tese, uma alma sensível e um bom caráter. É. Faz parte das minhas curiosidades biográficas ter-lhe atribuído um prémio (!), mas hoje não estou para grandes histórias: recordo, com saudades, um regresso de Castelo Branco, onde concordávamos que o melhor "Requiem" de Mozart era o do Hogwood, com as suas vozes infantis, e sequência heteróclita.
Quanto à Alçada, não sei se irei escrever muito mais, já que não vai demorar muito, a ela, conseguir pôr na rua, não 100 000, mas 150 000 professores, e isso vai ser adorável. Porém, como é uma senhora, eu, que seleciono as palavras ao milímetro, quero despedir-me com uma flor, mas uma flor especial, que só se dá a narizes empinados como o dela: querida Isabel Alçada, a nova Sinistra Ministra, receba deste seu Arrebenta, com carinho, amor, devoção e respeito, uma flor, mas uma flor de uma das palavras que mais execro em Português: uma flor de... chulé. Melhor, um título que até podia ser dela: "Aventuras de uma Oportunista toda Perfumada numa Flor de Chulé".

9 commentaires:

♥♥♥♥♥♂♥♥♥♥♥ disse...

"pretenciosa"
PRETENCIOSA!!!!


LOL
nem escrever sabes m'lher!

PretenSiosa é o que tu és, e incompetente também!

Olha, m'lher, o livro do Saramago está a vender que nem preservativos para te irem ao cu

Roi-te de inveja, minha pretenSIDOSA!

Querias vender muitos livros como o saramago, não era?
E também querias ser ministra, náo era?

Não passas de um triste pretensioso e incompetente

Missa Negra disse...

Já levou a dose, ainda antes de começar :-)))))

M disse...

Mas quem é este imbecil que escreve desta maneira?
Vim aqui ter por engano.
Tal como quando se pisa um poio de m...., por não se ter visto. Mas ele já lá estava.
Resta-me limpar a sola do sapato ...

Whore Ant disse...

Este imbecil é uma personagem literária, por quem Fátima Filipe Ramos, uma gaja falhada de Gaia um dia alimentou uma paixão, e quis pôr os cornos ao marido com ele, mas errou o alvo.
Desde então, acorda todos as noites às 4 da manhã, a pensar nas provas da merda que fez.
Acontece

Whore Ant disse...

... e como a fantasia não encaixava com a realidade, ia para casa de um cantor conhecido da nossa praça, e de um amigo, viver crises de choro e histeria, porque não conseguia que a personagem Arrebenta se apaixonasse por ela, para poder deixar o desgraçado a quem tinha lixado a vida...
Para além disto, é uma demente, e devia estar em tratamento, não a andar em bruxas, como anda, porque as bruxas falham em tudo, excepto no pagamento :-)

Semiramis disse...

3 anos disto, desgraçada... :-\

Miss Plutónio disse...

Não limpes a sola do sapato, Fátima Filipe Ramos: lambe-a :-)

Laura "Bouche" disse...

Quando vier o Guinote para Secretário de Estado, vai andar tudo direitinho. Até chouriços no cu metem

ϩєrᵱєn†inΔ disse...

Ai meus filhos :-)

É a primeira vez que vejo tantos comentários. E não é que vim espreitar?
Percebi tudo, tudinho!!!!

Isto é obra da Maria de Fátima Filipe Ramos, trabalha na Escola Básica do Canidelo, é uma escola T.E.I.P., dá aulas de Educação Musical, e mora na Rua do Rei Ramiro. Durante 10 anos trabalhou na Opus Dei. Até tem lá uma fotografia. Podem ver aqui metendo estas letras na tira branca que nos leva aos saites.

http://www.opuslibros.org/Imagenes/Fatima002.jpg

não vêm que está lá escrito opus?
É por aí a caminhada.
Agora vou-me antes que acabem com os meus cromossomas genéticos.

Jocas longas amores mios

Giros e Girassas

Passei esta noite sem dormir pois tive um laivo de aparição de uma Santa, que tive alguma dificuldade entendível quanto a ela pois vinha de vestido às flores e bolas, assim quasi travestida, que nunca tinha visto.

Fiquei tão inquirida com tal luz que tive um insight.
Desde que me deu para vir aqui, fiquei a pensar no que andei a ler. A minha Santa colorida e luminosa fez-me recordar coisas do meu passado bloguista, antes de ter estado sequestrada e que tive lá aquela anestesia geral.

Vejam o que fui lembrar!!!

Essa Fátima Filipe Ramos que já vos disse que conhecia bem e gostava de dar música, é a PunctumcontaPunctum do Braganza Mothers, onde sou uma trabalhadora precária e mais foi elazinha que inventou o do fax do diploma do Sócrates, meu querido e último defunto.

Sim grande inventora, só lhe falta inventar a roda e o fogo, porque eu pobre viúva choro lágrimas amargas ao colo da minha querida ex-sogra, D. Amélia.
Não sei qual é a próxima sogra que vou ter, mas são todas boas.

Adeus Amores, que tenho que levar a cadela à rua.

Ciao.

Nota: Ninguém fale da minha ortografia que adoptei o Acordo dos PALOPS de Angola.

Jocas.

Oi queriduchos

Ainda cá retornei hoje para vos dar uma notícia muito teológica, importante e libertadora.

Acabei de receber um e-mail da sua Eminência, Sr Bispo Soares da Lusitânia a pedir-me que não flagele mais a sua fiel seguidora em deus, Dona Maria de Fátima Filipe Ramos.

Assim seja, se é essa a Sua vontade meu senhor….

E vão à vossa vida em paz que eu vou à minha também.
Vamos rezar (…) Oremos….

Jocas longas, cada um reza como sabe melhor

Ajudem-me, por favor: hansbeckert@gmail.com

Protesto Gráfico

Protesto Gráfico
Protesto Gráfico